Frases

"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens".
Fernando Pessoa

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Costurando parcerias



 foto Milton Carelo


COM A PROPOSTA de entoar, soltar cortar e costurar reunindo afetos musicais, a dupla Tatiana Cobbett e Marcoliva coloca para tocar seu quarto álbum, com dez canções, sendo nove autorais, e participação de onze instrumentistas.
Diferente dos anteriores, o CD Corte e Costura é intimista, reunindo duas vozes e sete instrumentos de cordas - violões de nylon e aço, guitarra, contrabaixo, cuatro venezuelano, kora e violino. Mas o alinhavo é o mesmo: fortes parcerias para um crescimento coletivo, marca do segundo e do terceiro álbuns – Bendita Companhia e Sonora Parceria Musica Súbita, respectivamente.

Tatiana e Marcoliva  chamaram velhos parceiros como Guinha Ramires, Rafael Calegari, Leandro Fortes e Joubert Moraes e amarraram com instrumentistas talentosos como Carlinhos Antunes, Alegre Correa e Felipe Coelho. A nova turma - Pedro Loch, Gabriel Vieira, Mateus Mira e Rafael Meksenas  - entrou com as agulhas e costurou rápido o álbum, que é nitidamente um cd de compositores, instrumentistas e arranjadores. Todos os arranjos, ressalta Tatiana Cobbett, foram coletivos, e a maioria das faixas passou pelo processo de improvisação.
Carlinhos Antunes, foto Bia Boleman


A abertura é Contrato de Risco, composição da dupla, e que dá logo o recado intimista. Depois vem Corte e Costura, de Tatiana e Leandro Fortes, que deveria ser a abertura ou fechamento do álbum, já que cita os parceiros que os acompanham na longa estrada e também nesse trabalho.
Um dos pontos altos é a composição Humanos Erros mesclando letra densa com arranjo formidável e ainda a pitada, no tom certo, das vozes de Tatiana e Marcoliva. Como diz num dos versos Ninguém de Perto é Normal!!! Na faixa seguinte, ao som do violino de Gabriel Vieira, Tatiana canta Isso ou Aquilo, composição dela com a nova guarda - Pedro Loch e Mateus Mira.
 Como vi nascer, no centro de São Paulo, num agosto sem desgosto e em bendita companhia, a quinta canção  é uma das minhas prediletas. Gira Não me Tira, de Calegari e Tatiana, é uma conversa animada de cordas e vozes, com uma batida única, e o talento musical de Carlinhos Antunes.

                                                      foto Pablo Corti 
A turma da Musica Súbita entrou com Fado, Marcoliva, Tatiana, Rafael Galegari, Gabriel Vieira e Pedro Loch. Mas nessa dupla de alma cigana, o flamenco não poderia faltar e ele está na canção Nu, de Marcoliva, que conta com o violão do instrumentista Felipe Coelho.
Quando estava sentido falta, ele chega como o samba forte dos amigos, na canção Samba Canhoto, uma das melhores do disco, com a harmonia assinada pelo violão canhoto de Pedro Loch.  Única faixa que não conta com Tatiana e Marcoliva na composição é Atalaia, do amigo, compositor e velho parceiro, Joubert Moraes, de Aracaju. Nesta música, Tatiana e Marcoliva soltam seu lado intérprete e entram no universo do poeta...Foi uma estrela que caiu do Céu/ Foi uma onda que tombou no mar...
Para fechar o quarto álbum, Tatiana pegou o costureiro e entrou na oca com o velho índio Guinha Ramires na composição Tempo, com versos como O tempo é o dom de passar/ e querer o agora é pertinente/ a alma vive o que sente sendo assim porque lastimar...Somos peregrinos e o tempo é o dom de passar.
Alegre Correa, Tatiana, Marcoliva e Leandro Fortes, foto Pablo Corti

A prensagem e o lançamento do disco contou com o apoio do seu público por meio da plataforma virtual de financiamento coletivo catarse.me.  A temporada de lançamento do Corte e Costura em Floripa ocorre em maio, de 3 a 5, no Teatro do SESC, às 20 horas, no centro da capital catarinense, gratuito. Se ouvir o disco é bom, ver toda essa turma no palco é melhor ainda.
Está “feitoooo!” o quarto CD. No horizonte, novos projetos, sempre apostando que arte é juntar pessoas como forma de expressão e troca de experiências. Assim é a arte sonora de Tatiana Cobbett e Marcoliva.

Para ouvir e ver clique abaixo
http://www.youtube.com/embed/23n0ibBh3Qk

6 comentários:

tatiana cobbett disse...

Grata minha Duda querida, è sempre emocionante ver um trabalho tomar rumo próprio e ter alguém como você, que tanto ouve, procura, elabora e vai mais fundo, nos dedicando atenção é uma honra. beijares nossos
tatiana cobbett

Amanda Ziani disse...

Deu vontade de ouvir e compartilhar. Saudade dessa gente que tanto me ensina!

Núcleo de Educação Infantil disse...

Oi Duda

Em cada linha uma verdade e a proximidade de seu olhar desvela e atrai. Gratos por sua sempre bendita súbita companhia nos cortes e nas costuras.

beijo grande de quem te ama
marcoliva

Núcleo de Educação Infantil disse...

Oi Duda

Em cada linha uma verdade e a proximidade de seu olhar desvela e atrai. Gratos por sua sempre bendita súbita companhia nos cortes e nas costuras.

beijo grande de quem te ama
marcoliva

Núcleo de Educação Infantil disse...

Oi Duda

Em cada linha uma verdade e a proximidade de seu olhar desvela e atrai. Gratos por sua sempre bendita súbita companhia nos cortes e nas costuras.

beijo grande de quem te ama
marcoliva

Núcleo de Educação Infantil disse...

Oi Duda

Em cada linha uma verdade e a proximidade de seu olhar desvela e atrai. Gratos por sua sempre bendita súbita companhia nos cortes e nas costuras.

beijo grande de quem te ama
marcoliva